28 de junho de 2017, 14:03.

A Doença Gengival E Seus Fatores De Risco

A Doença Gengival

A Doença Gengival

A doença gengival atinge a gengiva, o osso que sustenta os dentes e as fibras que unem os dentes ao osso.
Os problemas começam com a formação do biofilme (placa bacteriana), que causa uma inflamação nos tecidos circundantes aos dentes e pode levar à perda do dente. As bactérias da placa dental podem proliferar devido a uma dieta com alta ingestão de açúcares, bem como uma higiene deficiente, e podem estar associadas a diversas doenças sistêmicas. Seu aparecimento frequentemente é assintomático, um controle periódico no dentista é fundamental para a detecção precoce da gengivite. Infecções antigas podem ser difíceis de serem controladas, e com bastante frequência levam a perdas dentárias.
Os fatores determinantes para o aparecimento das doenças gengivais são: dieta rica em açúcares e higiene deficiente, porém, os fatores abaixo podem facilitar seu aparecimento ou alterar sua evolução.
Idade:
Estudos indicam que pessoas mais velhas tem uma taxa maior de doenças gengivais, 70% dos americanos com mais de 65 anos tem periodontite, no Brasil os valores são ainda maiores.
Uso Tabaco:
O tabagismo está relacionado com graves doenças como: câncer, doenças pulmonares e cardíacas. Seu uso é um dos mais importantes fatores de risco para o desenvolvimento e progressão da doença periodontal.
Genética:
Pesquisas indicam que algumas pessoas podem ter suscetibilidade genética para doenças gengivais, nesse grupo mesmo na existência de hábitos corretos de higiene a doença gengival pode se manifestar.
Stress:
O stress está associado à diversas doenças tais como hipertensão, câncer e doenças gengivais. Pesquisas mostram que o stress pode tornar mais difícil para o corpo lutar contra infecções como as gengivais.
Medicamentos:
Algumas drogas como os contraceptivos orais, antidepressivos e medicamentos para o coração podem afetar sua saúde bucal. Informe ao seu Dentista todas as drogas que esteja usando.
Hábito de apertar ou ranger dentes:
Podem produzir um excesso de força nos tecidos dentários de suporte do dente e aumentar a velocidade de destruição desses tecidos no caso de inflamações gengivais existentes.
Outras Doenças Sistêmicas:
Doenças sistêmicas (gerais) que afetam a resposta inflamatória podem piorar a condição da gengiva. Exemplos: doenças cardio vascular, diabete e artrite reumatoide.
Nutrição Pobre e Obesidade:
Uma dieta pobre em nutrientes pode comprometer o sistema imunológico e tornar mais difícil o combate às infecções. Pesquisas tem mostrado que a obesidade aumenta o risco para doenças de gengiva.

Para mais informações visite nosso site:
www.lourencoodontologia.com.br

©2021 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.