Sedação Consciente com Óxido Nitroso

foto-sedacaoA sedação consciente é uma técnica que tem sido usada cada vez mais pelos cirurgiões dentistas no Brasil. O método baseia-se na inalação de uma mistura dos gases oxigênio e óxido nitroso pelo paciente durante todo o procedimento odontológico. Esta mistura garante a mínima diminuição da consciência, durante a qual o paciente mantém a respiração por seus próprios meios e responde adequadamente aos estímulos físicos e verbais. Desta forma, proporciona conforto e tranquilidade ao paciente, aumentando a segurança no atendimento, e causando uma sensação de bem-estar e relaxamento após a consulta, mas sem tirar-lhe a consciência.

O medo afeta a tolerância à dor, por isso estímulos dolorosos podem ser exagerados em pacientes ansiosos. A terapêutica com óxido nitroso auxilia o paciente a tornar-se mais calmo e relaxado durante a consulta, aumentando progressivamente sua autoconfiança durante o atendimento odontológico.

INDICAÇÕES

De acordo com os especialistas, não há relatos de casos de hipersensibilidade (alergias) durante o uso da sedação com óxido nitroso. Além disso, a técnica não apresenta efeitos adversos sobre o sistema cardiovascular, respiratório, fígado, rim, e cérebro. Portanto, pode ser usado inclusive em pacientes que requerem cuidados especiais, como cardiopatas, diabéticos e hipertensos. Adultos, crianças, idosos, e pacientes especiais podem utilizar a sedação para diminuir o medo durante a consulta odontológica.

Todos os procedimentos odontológicos podem ser realizados por meio de sedação, desde os procedimentos mais simples como limpeza e aplicação de flúor, até cirurgias de extração, implantes, e tratamentos de canal.

CONTRA-INDICAÇÕES

São poucos os casos em que o óxido nitroso não é indicado. Dentre eles, pacientes com alterações de personalidade, doenças psiquiátricas, pacientes extremamente fóbicos, primeiro trimestre de gravidez, claustrofóbicos, respiradores bucais, ou doenças pulmonares obstrutivas crônicas.

As contra-indicações temporárias são pacientes que apresentam as vias aéreas obstruídas por pneumonias, rinites alérgicas, sinusites, gripes, resfriados, entre outros. Como a sedação é feita por meio de inalação do gás, é necessário que as vias aéreas estejam desobstruídas durante todo o procedimento. Se o paciente estiver respirando pela boca, a sedação não surtirá efeito algum.

 

Ver outros tratamentos

©2018 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.