18 de maio de 2020, 16:56

TRANSFORMANDO A ORTODONTIA – O USO DOS MINI IMPLANTES

Compartilhe

Novas tecnologias permitem aos ortodontistas tratarem casos que no passado seriam muito difíceis de corrigir com um grau razoável de sucesso. Hoje, pacientes com problemas ortodônticos de grande magnitude podem obter um sorriso agradável sem a necessidade de procedimentos cirúrgicos invasivos, extrações ou de aparelhos muito desconfortáveis.

Os movimentos realizados por aparelhos ortodônticos seguem princípios básicos da física. Para movimentarmos um dente normalmente utilizamos outros dentes como apoio, o que chamamos de ancoragem, e segundo Newton para toda ação haverá uma reação, ou seja, quando movimentamos um dente sempre haverá reações indesejadas nos dentes de ancoragem. Os mini implantes eliminam esses efeitos indesejáveis, oferecendo uma ancoragem 100% estável, permitindo uma variabilidade e precisão de movimentos que há pouco tempo seriam impensáveis.

Alguns problemas ortodônticos são provocados por alterações nos ossos de suporte (maxila e mandíbula) dos dentes. Para esses casos a movimentação dentária não costuma ser suficiente para a correção do problema. Até recentemente esses casos só poderiam ser tratados com uma combinação de ortodontia e cirurgia ortognática. Atualmente, os mini implantes permitem que uma grande parcela desses pacientes sejam tratados sem cirurgia com uma correção total do problema ou pelo menos uma minimização bastante razoável da desarmonia inicial. A cirurgia ortognática fica reservada para os casos mais severos.

No caso apresentado acima, a paciente apresentava um sorriso gengivoso (com muita exposição de tecido gengival), que é uma má-oclusão muito difícil de ser corrigida com tratamentos ortodônticos convencionais, e certamente seria encaminhado para uma cirurgia de impacção da maxila. Como vocês podem observar, o tratamento preconizado foi realizado com o posicionamento de 4 mini implantes com a função de intruir toda a maxila e assim possibilitar uma correção do sorriso gengivoso. Nas fotos pós–tratamento, pode-se conferir o resultado eficaz do uso dos mini-implantes, com significante melhora na exposição dos dentes e diminuição da exposição da gengiva. O sorriso ficou muito harmonioso!

Este segundo caso é de um paciente que apresentava má-oclusão de classe II (maxila posicionada mais a frente em relação à mandíbula), e os mini-implantes foram instalados com função de retrair toda a arcada superior para que se tenha um melhor encaixe com a arcada inferior. Esta é uma má-oclusão que possivelmente também seria corrigida com cirurgia ortognática, atualmente pode ser corrigida com o auxílio dos mini-implantes.

Os mini-implantes são dispositivos com pequena dimensão, que se assemelham aos parafusos de implantes odontológicos, confeccionados com materiais biocompatíveis, como o aço ou titânio. Eles são posicionados pelos próprios ortodontistas com apenas uma gota de anestésico. O procedimento é rápido e praticamente indolor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

©2020 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.