23 de janeiro de 2020, 12:03

PISTAS DIRETAS PLANAS

Compartilhe

Este é um recurso usado na Ortopedia Funcional dos Maxilares desenvolvido pelo cirurgião-dentista Pedro Planas na década de 1970 com o advento das resinas fotopolimerizáveis que leva à correção da posição da mandíbula e reestabelecimento da mastigação fisiológica. Esta técnica consiste na colocação de resina composta na parte de cima do dente (que mastiga), estabelecendo um novo plano oclusal que possibilita à mandíbula corrigir sua posição e restabelecer a mastigação fisiológica.

As Pistas Diretas Planas corrigem alguns tipos de má – oclusões, como mordidas cruzadas, mordidas profundas, em crianças desde os 3 anos sem a necessidade do uso de aparelhos. As Pistas favorecem alguns tipos de movimentações da arcada dentária pelo toque do plano inclinado em resina com a arcada oposta.

As vantagens de sua escolha como tratamento, além do custo-benefício e do fato de ser um procedimento relativamente simples para o pequeno paciente tolerar, é a serventia de não precisar da colaboração do paciente para seu uso, pois conforme explicado, elas são fixas. Pode-se também usá-las juntamente com os aparelhos ortopédicos ou ortodônticos quando necessário. As Pistas Diretas atuam também de maneira preventiva, quando colocadas logo no início ou prestes à instalação de uma má oclusão, proporcionando desta forma melhora nas funções de fechar os lábios, falar, mastigar e deglutir.

Fonte: Livro “Reabilitação Neurooclusal” , autor Pedro Planas Site Odontopediatria Brasil



Exemplo de Caso de Mordida Cruzada tratado com Pistas Planas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

©2020 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.