23 de janeiro de 2020, 12:03.

PISTAS DIRETAS PLANAS

Este é um recurso usado na Ortopedia Funcional dos Maxilares desenvolvido pelo cirurgião-dentista Pedro Planas na década de 1970 com o advento das resinas fotopolimerizáveis que leva à correção da posição da mandíbula e reestabelecimento da mastigação fisiológica. Esta técnica consiste na colocação de resina composta na parte de cima do dente (que mastiga), estabelecendo um novo plano oclusal que possibilita à mandíbula corrigir sua posição e restabelecer a mastigação fisiológica.

As Pistas Diretas Planas corrigem alguns tipos de má – oclusões, como mordidas cruzadas, mordidas profundas, em crianças desde os 3 anos sem a necessidade do uso de aparelhos. As Pistas favorecem alguns tipos de movimentações da arcada dentária pelo toque do plano inclinado em resina com a arcada oposta.

As vantagens de sua escolha como tratamento, além do custo-benefício e do fato de ser um procedimento relativamente simples para o pequeno paciente tolerar, é a serventia de não precisar da colaboração do paciente para seu uso, pois conforme explicado, elas são fixas. Pode-se também usá-las juntamente com os aparelhos ortopédicos ou ortodônticos quando necessário. As Pistas Diretas atuam também de maneira preventiva, quando colocadas logo no início ou prestes à instalação de uma má oclusão, proporcionando desta forma melhora nas funções de fechar os lábios, falar, mastigar e deglutir.

Fonte: Livro “Reabilitação Neurooclusal” , autor Pedro Planas Site Odontopediatria Brasil



Exemplo de Caso de Mordida Cruzada tratado com Pistas Planas
12 de janeiro de 2020, 19:46.

ANÁLISE ESTÉTICA FACIAL: SEXO

Continuando o tema do artigo anterior, hoje vamos falar sobre as diferenças de estética entre homens e mulheres.

Quem é mais bonito? O homem ou a mulher?

A resposta para essa pergunta é tão difícil quanto saber se existe uma pergunta tão fora de propósito como ela.

Embora a pergunta de quem é mais bonito (a) seja desatinada, a diferença de sexo deve ser levada em consideração em uma análise facial. Homens e mulheres apresentam características próprias e toda análise deve estar atenta para este fato.

Vale lembrar que existe uma diferença entre os termos sexo e gênero. Enquanto o primeiro refere-se às referências biológico, o segundo às sociais.

As belezas masculina e feminina têm características particulares. O que pode ser bonito em um homem, pode não ser em uma mulher. Além disso, várias medidas consideradas ideais para um sexo não o são para o outro.

A face feminina tende a ser mais mais delicada e isso se reflete também em suas medidas faciais. Os homens tendem a ter os seus traços mais marcantes e proeminentes em comparação com as mulheres. Mas é preciso ter em mente que, embora as diferenças sejam importantes, é possível encontrar um padrão que se adapte aos dois sexos.

A simetria e as proporções ideais convergem em um mesmo sentido na comparação entre os sexos. Talvez seja mais fácil buscar adaptar uma análise que seja comum a ambos do que criar análises separadas.

Se tivéssemos que escolher uma só avaliação, a análise da face feminina parece ser mais indicada, por ser mais delicada e livre de elementos que podem influenciar na observação, como a barba e o bigode. Mas deve ficar claro que os dados de referências encontrados na análise facial das mulheres nem sempre podem ser extrapolados para uma face masculina, principalmente na análise do perfil.

Em verdade, as maiores direfenças se encontram nos traços. Embora não exista um traço específico de distinção na face de homens e mulheres, a soma de vários deles traz uma diferenciação global. No entanto, em algumas vezes, pode-se esperar uma mistura de atributos entre os sexos.

Princiais diferenças:

Fonte: Livro “Estética em Ortodontia: um sorriso para cada face”.

©2020 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.