8 de maio de 2019, 11:13.

HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA:

A hipersensibilidade pode ser descrita como a dor transitória da dentina que ocorre após a ocorrência de estímulos químicos (alimentos condimentados, doces, creme dental, soluções para bochecho) e térmicos (alimentos ou bebidas quentes ou frias) numa região onde a dentina está exposta. Pode estar relacionada a uma simples retração gengival ou a outras patologias como: abrasão, erosão, atrição, fraturas, trincas dentais, refluxo gastroesofágico ou perda de estrutura óssea, dentaria ou gengival.

Os hábitos de higiene contribuem de forma significativa para a hipersensibilidade. A presença de placa bacteriana pode provocar retração gengival e exposição da dentina. Uma escovação inadequada pode levar à abrasão e exposição dentinária.

A dentina é o tecido que se encontra abaixo do esmalte dentário, ela contém canalículos que se comunicam com a polpa dentaria, assim, estímulos dolorosos são levados das partes mais externas do dente até suas partes mais centrais.

 

Cuidados especiais devem ser tomados para pacientes que tenham sensibilidade dentinária e desejam fazer clareamento, pois os sintomas podem se agravar e até problemas de canal podem ser originados.

Tratamentos:

– Remoção do fator etiológico e educação do paciente para uma correta higienização.

– Uso de cremes dentais com fluoretos, arginina e compostos de cálcio. Provocam uma obliteração dos canaliculos, impedindo a transmissão do estimulo doloroso.

– Restaurações de resina nos pontos com sensibilidade mais resistente.

– Cirurgia muco-gengival para cobertura da raiz dentária.

– Tratamentos endodônticos (canal).

Na presença de dor procure seu Cirurgião Dentista, só ele pode estabelecer um diagnóstico diferencial para outras condições que podem provocar dor e determinar o melhor tratamento.

——————————

Dr. Julio Cesar Lourenço

Ortodontista da Clínica Lourenço Odontologia

©2022 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.