27 de outubro de 2016, 15:03.

Higiene bucal da criança

Artigo escrito pela Dra. Barbara para o site Comendo por dois

 

HIGIENE BUCAL DA CRIANÇA

Após o aparecimento dos primeiros dentinhos, a higienização com escova dental deve se iniciar. Os pais devem estar cientes da importância da escovação e também se sentir encorajados a higienizar os dentes de seus filhos com escova dental, após cada refeição.

ESCOVA DENTAL

O cabo dental da escova deve ser longo e reto, entre 10 e 13 cm, proporcionando uma boa empunhadura dos pais, pois na maioria das vezes são eles que realizam a escovação. A haste, que liga a cabeça da escova ao cabo, deve ser reta, pois permitirá o contato regular das cerdas em todas as superfícies de limpeza. A cabeça da escova deverá ser pequena, em torno de 1 a 1,5 cm, sufuciente para cobrir de dois a três dentes por vez. As cerdas deverão ser flexíveis e arredondadas.

O ideal é que os pais procurem por escovas dentais que sejam adequadas à idade da criança, já que o número de cerdas aumenta de acordo com a maturação dentária da criança.

PASTA DENTAL

A recomendação da Associação Americana de Odontopediatria é que se use pastas dentais com uma quantidade de 1100 ppm de flúor no mínimo a partir do aparecimento dos primeiros dentinhos. A evidência científica mostra que a pasta dental com flúor é essencial para prevenir a cárie em crianças, já que o flúor tem o poder de remineralizar o dente, evitando que ocorra o processo de de cavitação (formação de cáries).

Entretanto, a escovação deve ser supervisionada, para que não haja risco de deglutição de grande quantidade de pasta dental, e a quantidade de pasta depositada na escova deve ser pouca: 1 grão de arroz cru para crianças de 0 a 3 anos, e 1 grão de ervilha para crianças acima de 3 anos.

TÉCNICA DE ESCOVAÇÃO

Ao fazer a higiene, recomenda-se uma técnica que atinja todos os dentes em suas diferentes faces: na frente e atrás, procurando dar atenção às áreas próximas à gengiva e às faces de cima (mastigatórias). A escovação deve ser realizada ao menos 3 vezes ao dia, preferencialmente após as refeições, e antes de dormir.

Passo-a-passo da técnica de escovação para crianças:
1- Região dos dentes que dá para ver quando sorrimos ( vulgo, “a frente de dente”): movimentos suaves de “bolinhas” ou em círculos;
2- Região onde toca os alimentos durante a mastigação: movimentos de vaivém ou de “trenzinho”, imaginar que o dentes são o trilho e a escova o trem;
3- Região que não conseguimos enxergar durante o sorriso (vulgo, “atrás do dente”): movimentos de “vassourinha”, com a escova deitada e jogando a sujeira para fora. Estes movimentos irão sujar o espelho da mamãe, mas ela compreenderá que é para o bem dos dentes, e que logo em seguida você irá ajudá-la a limpar;
4- Escovar a língua sempre com movimentos de “vassourinha”, jamais com o movimento de vaivém (de frente para trás), pois isto poderá causar ânsias de vômito. É importante saber que a língua sempre deverá estar “rosinha”, se estiver branca pode significar que está com placa bacteriana.
5- OBS: todos os movimentos deverão ser realizados 10 vezes em cada 2-3 dentes (dependendo do tamanho da arcada dentária).

A criança, mesmo pequena, é capaz de memorizar palavras e, com a repetição constante, se tornará cada vez mais apta de desenvolver a atividade sozinha. A supervisão deve ser feita diariamente por um responsável até que a criança esteja ao redor de nove anos de idade. Para crianças com menos de dois anos de idade, a mãe ou responsável pode executar a higiene no colo, na mesma posição da amamentação. Poderá também realizar a escovação com o auxílio de outra pessoa, sentada de frente e com os joelhos encostados. O bebê deve ser deitado de costas sobre as pernas dos pais e seus braços devem ser contidos por um deles, enquanto o outro apoia e faz a higienização. Quando a criança coopera, pode também ser colocada no colo da mãe e apoiada entre suas pernas.

O mais importante é a remoção diária de placa bacteriana, de maneira simples para os pais e o mais confortável e seguro possível para a criança, indepentemente da posição utilizada.

USO DE FIO DENTAL

O fio dental é completamente indispensável para uma perfeita higienização bucal. É um elemento usado para a limpeza dos espços interdentais, já que nesses locais não se consegue fácil acesso com a escova. É ali onde os dentes se contatam que há maior facilidade para reter placa bacteriana e restos alimentares.

O hábito de sua utilização deve ser iniciado a partir do aparecimento dos quatro dentinhos da frente. Com as pontas do polegar e indicador, o fio deverá ser esticado, e curvado em forma de C sobre a superfície lateral de cada dente e deslizando entre o dente e a gengiva.

O sucesso na higienização está substancialmente ligado à motivação e conscientização do núcleo familiar, para que esse procedimento se concretize como um hábito saudável.

 

 

©2021 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.