28 de setembro de 2016, 15:55.

Halitose: o que causa o mau hálito?

Artigo escrito pela Dra. Barbara para o site www.saluspot.com

Halitose: o que causa o mau hálito?

Halitose, ou mau hálito, é um problema que atinge ou já atingiu mais de 50% dos adultos em algum ponto de sua vida. Alguns tipos de mau hálito não são preocupantes, como o “mau hálito matinal”, que ocorre porque, durante a noite, nós salivamos com menos frequência. Assim, a boca fica seca e há uma proliferação maior de bactérias. Contudo, quando a halitose é crônica, pode conferir um problema de saúde.

Para saber se você sofre de halitose, é necessário consultar um cirurgião-dentista, que irá examiná-lo, conferir sua história médica, dieta, hábitos, e assim estabelecer um dignóstico.

Quais são as principais causas da halitose?

  • Má higiene bucal: os resíduos alimentares, quando não são removidos adequadamente, juntam-se às bactérias presentes na boca, formando o biofilme dental na superfície dos dentes, gengiva e língua. Estes resíduos alimentares servem de alimento para as bactérias deste biofilme dental, as quais realizam uma fermentação dos carboidratos, gerando odores desagradáveis.
  • Infecções na boca: podem ser causadas por cáries ou problemas periodontais, como a gengivite ou periodontite.
  • Infecções no trato respiratório: como tosses, resfriados, infecções na garganta, sinusites, etc.
  • Boca seca (xerostomia): pode ser causada por deficiências nas glândulas salivares, certas medicações ou respiração bucal.
  • Alimentação: ingestão frequente de certos alimentos, como alho, cebola ou café.
  • Doenças sistêmicas: como diabetes, doenças no fígado, doenças no pulmão, refluxo, ou doenças psiquiátricas.
  • Tabagismo: o hábito de fumar causa mau hálito e causa inflamações na gengiva muito comumente. Como o tabagismo também afeta o olfato, muitas vezes o fumante nem percebe que sofre de halitose.

Qual é o tratamento para halitose?

O diagnóstico é muito importante. Para realizar um diagnóstico adequado, o dentista deve examinar os dentes, gengiva, língua e as glândulas salivares do paciente. Além disto, deve apalpar a cabeça e o pescoço e verificar qual a forma de respiração predominante no indivíduo.

O profissional deve avaliar as condições sistêmicas do paciente e os medicamentos ingeridos, bem como os hábitos, a dieta e a higiene bucal do mesmo.

Estabelecida a causa desta condição, o tratamento pode ser estabelecido. Caso o motivo da halitose seja a má higiene bucal, o cirurgião-dentista deverá orientar o paciente quanto à sua higienização (escovação e uso do fio dental), e à dieta, visando a diminuição da ingestão de carboidratos.

Se a causa for alguma infeção na boca, esta deve ser tratada. As cáries devem ser removidas e as cavidades restauradas. A gengivite e periodontite devem ser tratadas com raspagem em consultório odontológico e eventualmente cirurgias periodontais, bem como como uma mudança nos hábitos alimentares e da higiene do paciente.

Se a halitose for causada por algum hábito como o tabagismo ou alimentação baseada em temperos como alho, cabe ao cirurgião-dentista orientar o paciente quanto a remoção deste hábito.

O dentista deve encaminhar o paciente a um medico caso a causa da halitose seja uma condição sistêmica (infecções no trato respiratório ou uso de certas medicações). Cabe ao médico então a intervenção nestas situações, e o acompanhamento do dentista para que haja um tratamento interdisciplinar para eliminar os sintomas da halitose.

Como prevenir a halitose?

Para evitar a halitose, você deve fazer uma correta escovação e uso do fio dental, não deixando de higienizar a língua, para prevenir as infecções na boca. Além disto, é importante que se tenha uma alimentação adequada, com pouca ingestão de produtos industrializados e carboidratos.

O dentista poderá orientar seus pacientes em relação a sua higienização e dieta, bem como realizar profilaxia (limpeza) e raspagem. Por isto, é muito importatante que você consulte seu dentista a cada 6 meses. Isto ajudará na prevenção da halitose, e caso este quadro já estiver presente, o profissional fará um diagnóstico precocemente, evitando-se que ocorram danos maiores.

 

Bibliografia:

http://www.mouthhealthy.org/en/az-topics/h/halitosis

www.colgate.com

15 de setembro de 2016, 13:06.

Canal de Vídeos Lourenço Odontologia

Canal de Vídeos Lourenço Odontologia

Acesse nosso Canal no YouTube

 

Estamos inaugurando uma nova forma de comunicação com vocês através desse canal do YouTube. Esse é o primeiro vídeo de uma série, nos quais, vamos falar dos mais diversos assuntos relacionados à Odontologia e à Estética Orofacial. Para nós é muito importante que você avalie nossos vídeos. Se você gostar curta e compartilhe.

 

Nos primeiros vídeos falaremos sobre a origem das principais doenças bucais e dos métodos que podem ser empregados para se previnir e manter a saúde bucal.

 

14 de setembro de 2016, 12:31.

As Nossas Funcionárias – Lourenço Odontologia

Nossas funcionárias

Aqui na Lourenço Odontologia, como você pode observar no nosso site, somos em três dentistas: Dr. Júlio Cesar Lourenço (especialista em Ortodontia) Dra. Bárbara Galletti Lourenço (especialista em Odontopediatria e Ortodontia) e Dr. Daniel Hacomar dos Santos (especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo Facial). Clique aqui e saiba mais.

Além disto, para o bom funcionamento da nossa clínica e o atendimento personalizado aos nossos pacientes, contamos com mais duas funcionárias que iremos apresentar aqui para vocês.

A Kelly é formada em Auxiliar em Saúde Bucal pela Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD) de Osasco.

A Kelly é formada em Auxiliar em Saúde Bucal (ASB) pela Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD) de Osasco. Ela começou a trabalhar conosco em 2015 e desde então vem desempenhando suas funções da melhor forma possível. Ela adora esportes e costuma praticá-los nas suas horas vagas. Já foi inclusive campeã mundial de Hapkdo!

Aline é formada em Auxiliar em Saúde Bucal (ASB) pela APCD de Osasco.

A Aline também é formada em Auxiliar em Saúde Bucal (ASB) pela APCD de Osasco. Ela iniciou seus trabalhos aqui na Lourenço Odontologia neste ano mesmo. Muito organizada e determinada, ela desenvolveu rapidamente suas habilidades e adora aprender coisas novas! Nos momentos de lazer, ela gosta de cozinhar.

As nossas funcionárias estarão à disposição para solucionar quaisquer dúvidas e esclarecimentos dos nossos pacientes, bem como auxiliar no agendamento de consultas e atendimentos clínicos.

©2021 Lourenço Odontologia. Todos os direitos reservados.